Voltar

Contencioso estratégico

> Trabalhista, Sindical e Remuneração de Executivos

O contencioso trabalhista sempre foi um dos maiores receios das empresas, eis que além do passivo trabalhista que se forma com o contencioso, a visão negativa do empregador passa a se sobressair, dificultando sobremaneira a saúde empresarial do empregador.
Assim, o preventivo mais eficaz se mostra necessário para proteger a empresa envolvida em demandas constantes, bem como de se evitar de fato, o passivo trabalhista, resultando na consultoria trabalhista sob a ótica da prevenção.
Muitas empresas têm conseguido reduzir o seu passivo consideravelmente em razão das consultorias realizadas previamente para adoção de medidas em geral, ou seja, para a própria aplicação da legislação trabalhista, visto que ainda que a empresa se ampare na CLT para a observância das leis trabalhistas, se esta não aplicar de forma correta o que determina a legislação, ainda que de boa-fé, acaba sendo submetida a demandas judiciais, inclusive em queixas aos órgãos fiscalizadores.
Cada vez mais é de suma importância que cada empresa tenha um parceiro de consultoria trabalhista, no caso um escritório sério, com profissionais preparados para atendê-los e diante das adversidades do dia a dia, da rotinha acelerada das empresas, o feedback especializado precisa ser imediato, já que muitos procedimentos no âmbito laboral devem ser rapidamente aplicados, tal como, a aplicação de justa causa, que não pode aguardar a demora na decisão dessa penalidade, sob pena de se efetivar o perdão tácito e o funcionário conseguir por via de consequência a reversão da dispensa dessa modalidade.
Note-se que muitas vezes a empresa pode estar de fato agindo em consonância com o que determina a legislação, mas se não adotar as medidas com cautela e com respaldo de um profissional do direito, poderá acabar respondendo de forma negativa, quando esta estava dentro do seu direito.
Portanto, não é demais chamar a atenção das empresas para a importância das orientações que possam diminuir consideravelmente as discussões perante a Justiça do Trabalho.

Notícias Relacionadas

  • 29 de July de 2021
    Fernanda Perregil sócia da área Trabalhista e de ESG Em agosto, o Supremo Tribunal Federal (STF) realizará sessões para julgamentos de processos de grande impacto para a área trabalhista. Estão...

    Saiba mais

  • 28 de July de 2021
    O sócio retirante responde subsidiariamente pelas obrigações trabalhistas da sociedade relativas ao período em que figurou como sócio, mas apenas em ações ajuizadas até dois anos depois de averbada a...

    Saiba mais

  • 30 de June de 2021
    Indústrias passaram a recorrer à Justiça contra cobranças milionárias referentes ao adicional da contribuição aos Riscos Ambientais do Trabalho (RAT) – a nova denominação para o Seguro de Acidente do...

    Saiba mais

  • 2 de June de 2021
    Por Samanta Leite Diniz   No último dia 19/05, os Metroviários de São Paulo decidiram entrar em greve, em razão da ausência de acordo dos direitos pleiteados pela categoria na...

    Saiba mais